sábado, 13 de maio de 2017

Inter corre risco de ver suas cotas do Beira Rio penhoradas em garantia de Dívidas.

É de conhecimento público. Internacional, como forma de pagamento das melhorias do Beira Rio, distribuiu fatias do Estádio, entre felizes Empresários.


Segundo confirmado por Baldasso, jornalista, torcedor e profundo conhecedor dos segredinhos Vermelhos, entre as Empresas, só a Andrade Gutierres recebeu 7 mil cadeiras e umas "coisitas más".


Situação contraditória para uma torcida deslumbrada e acostumada a chamar o co irmão de Sem Teto, ver seu poderoso "rebaixado" de único proprietário a Sócio.

Inferno Astral alcança valor de mercado, ao se apresentar em etapas sequenciais e diabólicas.
Internacional protagoniza sua movediça existencial.

- Envolvimento em questões nebulosas no período da Copa 2014.
- Endividamento astronômico.
- Rebaixamento.
- Pulverização de Patrimônio, perdendo propriedade de "passes" de Atletas, em transações mal explicadas.
- Perda do Gaúchão.
- Diminuição significativa no Quadro Social.
Morcego (***) garante. O que parece ter alcançado o ápice do fundo do poço, resume-se à uma mísera ponta do Ice Berg.
O pior se aproxima no ritmo do Minuano.
Lava Jato prepara hippon em Empreiteiras ligadas às obras de Estádios da Copa. Tsunami de revelações balançará estruturas.


Em paralelo, impossibilitado de saldar dívidas já executadas e sem crédito pra levantar novos recursos, oxigênio pra fluxo de caixa, restaria a arriscada alternativa de oferecer o Beira Rio como garantia.


Em qualquer País sério, Colorado seria hoje instituição falida, mas no Brasil vale o jeitinho do "a quem interessar possa"; manobras e filigranas jurídicas incentivadoras da farra promiscua de Diretores de Clubes, Federações e outros Vampiros do Esporte.
Metem a mão com apetite, delapidam, sugam até a última gota e deixam a carcaça pra Sociedade recuperar, com liberação de verba pública, que deveria ser revertida para o Social.


Ninguém de Sã consciência  acredita na falência de um Grande do Futebol, mas perda de imóvel  ou reflexos negativos dentro do campo, percorrem trilha do possível.
Pobre torcedor.
Despertar do sonho Real Madri e se descobrir no pesadelo, padrão Ibis de qualidade.


Fico imaginando o trauma.
Tripudiar em cima do rival, chamando-o de sem teto e ter de entregar a chave do puchadinho reformado, por que as contas estão no vermelho.

VOU ALI VOMITAR E JÁ VOLTO
Coisas de um País que virou uma coisa.
E Assim o Mundo Gira e o brasil se Afunda


Morcego (***) - Assim chamamos nossas Fontes, garantindo-lhes preservar identidades.

FALEMOS DE GRÊMIO:
Dia 14/05/2018
Brasileirão
Grêmio 2x0 Botafogo
Local: Arena
Gols: Ramiro
Grêmio:
Grohe, Leo Moura, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira (Cortez).
Michel, Ramiro, Arthur (Gata), Luan, Pedro Rocha e Barrios (Jailson).

Futuro a Deus pertence. Até segunda ordem somos G5.
Bom, mas não prioritário.
Cada passo por vez.
Importante agora é fazer 46 pontos e fugir do fantasma rebaixamento. Time grande também cai e faltam 43.
De positivo foi time convencer e mostrar vontade, apesar de Luan.
Marcelo Oliveira saiu lesionado. Teria o Anjo da Guarda Tricolor cansado da teimosia de Renato?
Se Cortez jogar metade que sabe e não houver "padrinho", Marcelo não volta.



Obrigado por prestigiar nosso Trabalho.
Ajude-nos a continuar.
Torne-se um Seguidor do Sofá.
Ao acessar clique nas postagens dos nossos Patrocinadores.
A cada clicada incentivará quem nos apóia e pagará seu ingresso, sem nada desembolsar.

Romario Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário