domingo, 25 de junho de 2017

Vereador Ibiá se vítimiza, desafia com processos e usa família de Escudo

A Natureza cobra. Semear é permitido; colher inevitável.
Quem pisa, prepara Terreno pra ser pisado; ação e reação.
Aquele que busca atalho para o topo agredindo a Montanha, se torna vítima da Avalanche.
Menosprezaram a força do São João.




O nobre Edil se notabilizou em mentir, ofender, desrespeitar; agora chora ao ver sua família sofrendo diante de ataques recebidos.

VOLTANDO A PASSADO RECENTE:

Ouvintes de uma emissora de Rádio, notabilizada por agressões insanas, em nome de audiência ou conquista de espaço político, lembram indignados de um show de horrores, protagonizado pelo Vereador e seu Mentor e Criador.

Jovem Mulher, com a vida marcada por infortúnios, flagrada tentando entrar no Presídio de Montenegro, escondendo celular na genital.
Tentativa de burlar a lei, crime a ser punido; fora de questão defesa de prática. Deplorável atitude vulgar posta em prática.
Em total desrespeito à mulher e Ser Humano, programa se concentrou em piadas, com relação ao "tamanho" da vagina da pobre; agressão sem precedentes às margens do Cai.
Será que o Vereador, entre risos e piadas de mau gosto, lembrou dos familiares da agredida?
De surpreender é encontrar mulheres, sempre dispostas a lutar por respeito, votarem ou defenderem pessoas envolvidas em atitude desse nível.


Montenegro respeita e se solidariza com a família do Vereador; apenas mais uma vitima, de quem se considera o inventor da malandragem.
A diferença entre as famílias atingidas por esse emaranhado de ignorância, é clara.
A dos agredidos conhecem seus entes queridos, driblaram as calunias e se fortaleceram, enquanto a do Vereador começa a conhecê-lo.

Somatório de falta de inteligência no administrar imagem pública e humildade do Ser Humano, evidenciam vida curta na carreira política.
Hora de cair em si.
Quem briga com o Mundo é atropelado pela Vida. Pelo crescer da indignação na Comunidade, Inferno Astral mal começou.
Bom senso aconselha abandonar arrogância, partindo para o "mea culpa"; reconhecer os erros, admitir mentiras e se desculpar ao vivo e em cores, pelos mesmos microfones e grupinhos de Face, utilizados como armas, pra mexer com quem não tem força pra encarar.
Até mesmo a Tribuna da Câmara, estuprada com ameaças de processos a Cidadãos indignados e lamurias fora do contexto, agradeceria se fosse utilizada como palco para uma rendição digna.
Ao invés de baciadas de ameaças a desafetos, enumerar vítimas de ataques feitos por ele, citando razões e a quem obedecia.
Amizades não seriam recuperadas, mas significaria um divisor de águas.
Diante do reconhecimento de culpa, muitos não teriam mais razões pra seguir numa Guerra sem Fim.
Montenegro não suporta mais overdose de malandragem porca.


VOU ALI VOMITAR E JÁ VOLTO
Coisas de um País que virou uma coisa.
E Assim o Mundo Gira e o brasil se Afunda

.

Morcego (***) - Assim chamamos nossas Fontes, garantindo-lhes preservar identidades.


Obrigado por prestigiar nosso Trabalho.
Ajude-nos a continuar.
Torne-se um Seguidor do Sofá.
Ao acessar clique nas postagens dos nossos Patrocinadores.
A cada clicada incentivará quem nos apóia e pagará seu ingresso, sem nada desembolsar.

Romario Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário