sexta-feira, 28 de julho de 2017

Pais em chamas e Globo preocupada em quem come quem.

Raça humana; composta de Seres imperfeitos em busca de evolução, obrigados a conviver com semelhantes na espécie e diferente na essência; limitados ao aprender, através de erros.
Complexidade caracterizada por falhas, sendo a maior, certeza de superioridade.
Incapaz de gerir seus próprios impulsos, outorga-se Direito de ditar regras, conceitos ou preconceitos.


No emaranhado de desvios originados da petulância humana, Brasil se apresenta como um caso à parte. Sociedade em decomposição, resultado de descaminhos criados por Teorias do políticamente corretas, mas impregnadas de imperfeições, liberdade sem limites e inversão de valores.. Vivemos a plenitude do caos; divisor de águas no definir futuro incerto, precisando como nunca de formadores de opinião, capazes de redescobrir alternativas, na busca da reconstrução.


Entre as muitas âncoras salvadoras, se usadas de forma racional, Rede Globo se apresenta como fundamental ferramenta, graças ao seu indiscutível poder, mas "afunda em infundada" falta de rumo.
Enquanto o País se "afunda" em questões fundamentais na preservação na Ordem Social e Moral, Emissora se preocupa em quem come que, quem dá pra quem, quem mija sentado ou em pé e qual a maneira correta de utilizar o entrepernas.
A Globo resume a existência humana à Vida Sexual, entrando em total contradição. Diz combater a discriminação e a desigualdade, enquanto "glamouriza" grupos, na mesma velocidade com que criminaliza outros.
Fantasiada de Defensora de Minorias, consegue apenas mudar posições na Cadeia Elementar

Chega a ser gritante o despropósito de resumir Raça Humana em Hétero, Homo, Trans ou outra questão meramente comportamental.
Homem, Mulher, Travesti, Gay ou o raios que os parta; Ser Humano é muito mais.
Ninguém se torna melhor ou pior, de acordo com quem divide a cama ou de onde tira o ápice de prazer.


Ignorância e discriminação fazem parte da História da Evolução. Sempre existiram e continuarão a existir, mudando apenas o alvo em foco. Não se combate esse ponto negativo da personalidade humana com lavagem cerebral ou criando modismos. A overdose de imposições de aceitação não diminui preconceitos, apenas cria mutações.
A bravata da incoerência entre teoria e prática. Opção sexual é questão natural. Rejeição entre diferenças, depende de anos de aprendizado, não de Decretos de Moralidade, criados por quem defende seu próprio grupo. Trata-se de apenas mais uma filigrana, das milhares variáveis, surgidas de complexa estrutura molecular ainda não conhecidas.
Por que a supervalorização?
Na Grade da Globo, assassinato de Cidadão não rotulado, nota de rodapé; em sendo do Universo Gay, manchete de dias, com títulos sensacionalistas evidenciando homofobia.
Acredito ser, diferença de tratamento, crime inadmissível. Cabe à Sociedade lutar pra criar mecanismos pra valorizar a vida, independente de a quem pertença.


O País convive enojado com tamanha distorção e clama pelo despertar da Globo. Convivemos com criminalidade de todos os níveis, corrupção, fome, miséria, entre outras aberrações, diz o bom senso ter passado a hora de rever valores.
Deixemos questões sexuais seguirem sua trilha, buscando soluções no campo das conquistas do dia a dia, sem acelerar o processo, aproveitando o tempo pra defendermos o melhor para Sociedade como um todo, sem dividi-la em Grupos.
Injustiça sempre existirá, devendo ser combatida sem se tornar regra geral, com punição de envolvidos, mostrando a Sociedade serem todos iguais perante a Lei.
Vou repetir para deixar claro aos Diretores Globais:

TODOS SÃO IGUAIS PERANTE A LEI E NADA JUSTIFICA TRATAMENTO DIFERENCIADO.

A Novela das 09h00, seguindo rotina cansativamente repetida, demonstra aberração dominante.
Personagem Conservador vendido como tosco, ignorante, avarento e irredutível.
Travesti e menina com questões mal resolvidas, apresentados como pessoas doces, afáveis e mal compreendidas.
É dessa forma que pretendem mudar pontos de vistas?
Se dizem lutar por transformar diferenças sexuais numa questão natural na convivência. Não seria o aceitável colocar personagens em tramas, sem dar destaque às suas opções sexuais, evidenciando em cada um falhas e virtudes, como são de fato as pessoas?
População só perceberá normalidade nas diferenças, no momento que passarem desapercebidas, não sendo elas o eterno foco de discussões, com clara parcialidade.


Convivemos com questões que afligem a totalidade da População (Educação, Saúde, Segurança, putrefação entre autoridades), a quem interessa centralizar atenções sobre assuntos relativos a minorias?

Alguns dirão, certos de terem encontrado a solução:
- Não assisto a Globo.
Ledo engano.
Não é virando as costas para o problema, que se trabalha pra combatê-lo.
Enquanto muitos a ignoram, seus efeitos nocivos contaminam e mais à frente nos atingirão.
Conclusão que chego diante do quadro é a clara intenção de desvio de foco.
Envolver o Pais em discussões secundárias, em nome de blindar o verdadeiro câncer a nos consumir.

VOU ALI VOMITAR E JÁ VOLTO
Coisas de um País que virou uma coisa.
E Assim o Mundo Gira e o brasil se Afunda


Morcego (***) - Assim chamamos nossas Fontes, garantindo-lhes preservar identidades.


Obrigado por prestigiar nosso Trabalho.
Ajude-nos a continuar.
Torne-se um Seguidor do Sofá.
Ao acessar clique nas postagens dos nossos Patrocinadores.


A cada clicada incentivará quem nos apóia e pagará seu ingresso, sem nada desembolsar.






2 comentários:

  1. É meu amigo, infelizmente as pessoas não se deram conta de que estão sendo usadas, deveriam sim esquecer esse tipo de assunto pois, isso sempre existiu e continuará existindo, o melhor a fazer, como mesmo disse o ator Morgan Freeman, a melhor forma de se acabar com o racismo é não tocar no assunto, e é o devemos fazer, não tocar em nenhum desses assuntos, deixe a vida seguir seu curso e sejamos felizes como sempre fomos, mesmo com as nossas diferenças!!!

    ResponderExcluir
  2. A globo está em conflito com o Brasil. A Brasil conservador está em conflito com a globo progressista. O grosso da sociedade brasileira é cristã conservadora, e a globo aparelhada, que foi tomada por esquerdistas, comunistas, vigaristas, ateus e LGBT quer mudar isso a qualquer custo, mas não vai conseguir, assim como os partidos de esquerdas não conseguiram mudar a cabeça do brasileiro. Mas já posso sentir algum tipo de mudança. Traficantes antes chamados de jovens pelo jornalismo da globo agora são bandidos, e a PM sendo noticiada com visão de valorização da instituição.

    ResponderExcluir